Desânimo… palavra comum em nossos dias e, mais ainda, uma realidade frequente. A causa de muitos desânimos não estará esclarecida na simples história a seguir?

                Aconteceu certa vez uma grande corrida de coelhos, que tinham por objetivo chegar até o alto de uma grande torre. Havia uma multidão assistindo, torcendo e comentando em alta voz o desempenho dos concorrentes.

Como a maior parte dos torcedores julgava a altura da torre elevada demais, não acreditava que os coelhos conseguiriam alcançar o alto da escadaria: “não vão conseguir chegar lá em cima”, “é alto demais”, etc.

De fato, a meio caminho os coelhos começaram a desistir da corrida, arfando de cansaço. Uns logo no começo, outros mais adiante.

Mas havia um coelho que só olhava para o degrau seguinte. Persistia no esforço e decididamente continuava a subir, alheio à multidão,

E os coelhos iam desistindo um após outro. Menos aquele, continuava a subir com muita decisão, degrau por degrau, embora cada vez mais ofegante. No final da competição todos tinham desistido, menos ele, o vitorioso.

A curiosidade naturalmente veio à cabeça de todos; queriam saber o que o tinha levado a persistir e chegar ao topo. Cercaram-no, festejando, e perguntaram-lhe como havia conseguido chegar ao fim de tão dura prova quando todos os outros haviam desistido no meio do caminho. Mas ele não respondia.

Só então descobriram que o coelho era… surdo! Não desanimou porque as palavras de desânimo não lhe entraram ouvidos adentro!

Ilustrações: Pixabay