Seguem aqui algumas mensagens para que você possa manifestar sua estima por sua querida mãe:

Mãe: mais preciosa que um brilhante

Mãezinha do coração quero vos enviar uma coroa de flores, ou melhor, de pedras preciosas, pois, na senhora, a esperança foi sempre modelo; a verdade sempre estável em seus pensamentos, eu te estimo representada pela safira que lembra por seu azul a serenidade do céu.

Por seu colorido róseo rubro, a ametista simboliza o amor que Deus tem por ti e aquele amor que o os filhos te consagram.

Escura em sua consistência, a ágata é atravessada de veios luminosos; autêntico símbolo daquela modéstia por onde és tão grata a Deus.

O berilo é modesto em sua cor, e, contudo lança raios luminosíssimos; bem representa assim a humildade de teu coração, e a benignidade que tendes em relação aos filhos.

O jacinto se confunde com o ar, e simboliza assim seu carinho que se adapta a todos os problemas discernidos por teu olhar.

O cristal no seu frescor exprime a calma dos sentidos.

O rubi indica especialmente a Fé que tu rendes a Nossa Senhora que também é mãe da senhora.

A brilhante calcedônia, ainda mais bela sob os ardores do sol, exprime o fogo do amor que em sua alma emite raios de luz.

Nesta coroa incrustaremos também o ímã. Pois assim como ele atrai o ferro tão logo dele se aproxima, assim, ó mãe querida, um olhar teu faz vibrar as cordas das nossas almas.

A transparência da esmeralda nos seus esverdeados reflexos designa a pureza de suas intenções.

E o diamante, como te simboliza poderosamente! Ele resiste a todos os golpes assim como por tua força e paciência resistis a todas as adversidades. Lembra que o diamante é um carvão que, nas trevas e sob a pressão dos sofrimentos mais atrozes, admirou tanto a luz que se transformou num raio de sol. Esse diamante, senhora, que também por seu brilho dissipa as trevas da noite, refletirá sempre aquilo que se estende por todas as partes e triunfa de todas as distâncias, teu nome, querido, estimado, amado e apreciado… Carinhosa e sempre… Mamãe!

(Inspirada na canção gregoriana “Ave Virgo Nobilis”)