Esperteza, uma virtude esquecida

É frequente encontrarmos quem ache que, pelo fato de alguém procurar ser bom, é um tolo, qualquer um engana, etc. Desse modo procuram associar a idiotice aos bons e a esperteza aos maus. Essa visualização faz muitos que querem ser bons, velarem e diminuírem seu desejo e, às vezes, darem ares de “maus”, para serem […]